Decepção Kryptoniana

O-Homem-de-Aco-poster-10Mai2013

Se há uma coisa que não se pode negar é  o fato de terem sido feitos inúmeros esforços em “O Homem de Aço” (EUA, 2013), para apagar a má impressão causada pelo seu antecessor, “Super Homem O Retorno”, e colocar o enviado de Krypton novamente no topo entre os maiores filmes de heróis novamente.

Diretor de peso, grandes nomes no elenco, a benção de Cristopher Nolan na produção e uma história mais densa, pareciam os ingredientes certeiros para que tal feito fosse alcançado. Mas, por incrível que pareça, estes elementos não foram o suficiente para que o mais novo blockbuster do verão conseguisse atingir seu objetivo.

Ter recomeçado a trama do zero, mostrando mais as causas da destruição do planeta mãe de Kal El e de suas origens, foi uma escolha acertada do diretor Zack Snyder (300, Watchmen) e, se no filme de 2007 faltou ação e protagonistas mais carismáticos, aqui isso sobra. É na ação que a trama peca e se perde.

homem-de-aco-02

Cheio de cenas de destruição, pancadaria e catástrofe, mais parece uma obra de Michael Bay, com cenas de explosão ao monte, mas, história que é bom nada! E o tom mais realista para o homem de aço não caiu tão bem: o fato de Clark Kent não ter uma identidade secreta, conhecer Louis Lane antes de ir trabalhar no Planeta Diário e a ausência da tão temida kriptonita, causam bastante estranheza e o fato da jornalista estar presente em TODOS os momentos decisivos de Clark não convence. Outra coisa que atrapalha também é o excesso de flashbacks, deixando a história num vai e volta às vezes desnecessários, e o ritmo frenético atrapalha o andamento do meio pra frente.

E o que dizer de Zod? Se no segundo filme foi interpretado de forma magistral por Terence Stramp, botando medo até no homem da Casa Branca, neste o vilão quando aparece não convence e tem um jeito de agir um tanto quanto afoito.

De positivo, está o elenco com atuações afiadas, ter Kevin Costner (Jonathan Kent), Diane Lane (Martha Kent) e Russel Crowe (Jor El) como coadjuvantes é um verdadeiro luxo! E Henry Cavil e Amy Adams convencem e mostram que merecem continuar na pele de Clark e Louis. A fotografia, direção de arte e a forma como  Jor El conta para seu filho suas origens são primorosas.

Na última Comic Com foi anunciado que a sequência de O Homem de Aço terá a presença do homem morcego, deixando os fãs em êxtase com o encontro dos dois maiores heróis da história. Espera-se que com a ajuda de Bruce Wayne, a saga do filho natural de Krypton, em anos, possa voltar a ter o capricho e filme a altura de seu legado.

Gênero: Ação

Direção: Zack Snyder

Roteiro: David S. Goyer, Kurt Johnstad

Elenco: Amy Adams, Antje Traue, Ayelet Zurer, Bridgett Newton, Cjhristopher Meloni, Dan Aho, Diane Lane, Harry Lennix, Henry Cavill, Kevin Costner, Laurence Fishburne, Michael Cerveris, Michael Clarke Duncan, Michael Kelly,Michael Shannon, Roberta Chung, Russell Crowe, SallyElting

Produção: Charles Roven, Christopher Nolan, Deborah Snyder, Emma Thomas

Fotografia: Amir M. Mokri

Montador: David Brenner

Trilha Sonora: Hans Zimmer

Duração: 143 min.

Ano: 2013

País: Estados Unidos

Cor: Colorido

Distribuidora: Warner Bros

Estúdio: Atlas Entertainment / Legendary Pictures / Warner Bros. Pictures

Classificação: 12 anos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s