Turma da Mônica Jovem e os personagens de Osamu Tezuca juntos

Quem acompanha o blog já deve saber que sou fã confessa da Turma da Mônica desde a minha infância. Posso dizer que meu gosto e hábito pela leitura de quadrinhos começaram graças aos personagens do Maurício de Sousa, depois de crescida – e até mesmo devido à falta de tempo com os estudos – passei por um período em que não comprava mais tantas revistas da turminha, mas graças à proposta da edição 34 da Turma da Mônica Jovem, pude retomar os velhos hábitos.

Há dois meses, quando comprei a edição 42, tive uma surpresa bastante agradável ao ler a 42 ½ e ver o que me esperava na próxima edição: um crossover entre os personagens dos amigos Maurício de Sousa e Osamu Tezuka, este conhecido como o pai do estilo mangá e de personagens bastante conhecidos como Astro Boy, Kimba e o Príncipe Safire, que viriam a fazer participações mais que especiais na próxima história.

Na edição 43, os personagens do Maurício de Sousa, vão fazer uma viagem até uma reserva ambiental no meio da Amazônia – viabilizada graças aos contatos científicos do Franjinha – e aprender e ver um pouco mais sobre o que é a sustentabilidade e como fazê-la.

Como não poderia deixar de ser, a chegada do Príncipe Safiri acaba mexendo com os ânimos da turminha – e principalmente, da Mônica – o que desencadeia uma série de confusões e acontecimentos inusitados.

Sou suspeita para falar, mas gostei muito do encontro dos personagens – principalmente da participação do Astro Boy, cuja história pude conhecer melhor – que, apesar de terem origens tão diferentes, funcionam muito bem juntos e trazem “algo a mais” para a história: seja para os marmanjões e “marmanjonas”, assim como eu –  rsrsrs – ou para as crianças e jovens, que têm a oportunidade – e o prazer – de conhecer esses personagens fantásticos que são os de Tezuka.

Enquanto isso aguardo ansiosamente a Edição 44: Tesouro Verde – Parte 2.

Anúncios

14 comentários em “Turma da Mônica Jovem e os personagens de Osamu Tezuca juntos

  1. Gosto muito da turma, quando anunciaram a Turma Jovem fiquei desconfiado, mas logo vi que seguia o padrão de qualidade do Mauricio de Sousa.

  2. Adorei o post Ana Paula!
    Acho que 90% das pessoas da nossa geração que criaram intimidade com a leitura começaram influenciados pelo Mauricio de Souza não é verdade?
    Adorei as 9dades e vou preparar um espaço nostálgico para reler os antigos e ler a turma jovem…
    Vlw pelo post!

  3. Ainda não tive a “oportunidade” de ler nenhuma das ediçoes da Turma da Monica Jovem, mas agora despertou ainda mais minha curiosidade e minha vontade de “retomar os velhos hábitos”. Tive conhecimento do projeto no Programa do Raul Gil, com detalhes do Mauro, filho do Maurício de Souza (que também é fantástico e tbm ganhou um personagem baseado na turminha, o Nimbus). Não resta dúvidas, os jovens vão se amarrar. Eu… sou suspeita rsrs, tbm sou fã dessa TuLma. AbraçooOs

  4. Acho que de cada dez brasileiros que aprenderam a ler, quinze tiveram uma influência de forma direta ou indireta da Turma da Mônica. Posso me orgulhar de dizer, que Maurício de Souza teve um papel fundamental com sua genial obra, no meu gosto pela leitura, e na minha formação cultural e crítica, pois os gibis da turminha foram as primeiras revistas que eu lia com muito gosto da primeira a última página. Seu estilo único é reconhecido não só aqui, mas em qualquer parte do planeta, e um brasileiro conseguir isso, é um grande orgulho!
    Quanto à essa edição, fiquei curioso e quero muito conferi-la, pois afinal de contas é um encontro entre dois gênios, e a participação mais do que especial de Astro Boy, é no mínimo curiosa; tenho certeza de que este exemplar é mais um para entrar para história!

  5. Adorei o Post da Ana Paula.
    Sempre adorei a Turma da Mônica e pude passar esse amor pro meu filho, que agora, como eu é um leitor voraz!!! A família toda adora as revistinhas da Turma da Mônica!

  6. Não restam dúvidas de que o Maurício de Sousa conseguiu criar uma fidelidade muito saudável dos leitores. Apesar de ter começado a ler gibis de Walt Disney, também tive contato com a Turma da Mônica e é incrível como as histórias tinham um cunho divertido-educativo considerável e apaixonante.

    A versão atual eu ainda não tive a oportunidade de ler, mas a julgar pelo sua visão, me parece algo que segue a linha única e empolgante das histórias clássicas. Afinal, são personagens clássicos!

    Parabéns Paula!

  7. Bom eu sou um fã da Turma da Mônica cresci lendo essa turma que representa bem o que são os jovens brasileiros. Criar e desenvolver a turma da Mônica Jovem demonstra como Maurício de Sousa está acompanhando as mudanças sociais e culturais. Parabéns Ana Paula.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s