A memória que quero preservar na última lágrima na chuva

Recentemente meu grande amigo e mestre Moacir propôs um interessante exercício de reflexão no Facebook, em analogia a clássica cena do monumental Blade Runner-O Caçador de Andróides: “Se você pudesse preservar uma última memória que se perderia como lágrimas na chuva, qual seria?” 

Continuar lendo

A Disneylândia do Headbanger

woodstock86original

Elvis Presley, Beatles, Rolling Stones, Cream, The Doors, Jimi Hendrix, Led Zeppelin, Janis Joplin, Steppenwolf, Cream; encontrar um lugar para comprar um disco destas grandes lendas para um fã tupiniquim apaixonado por rock, numa era bem distante da internet, era a mesma sensação que uma criança de 10 anos tem quando adentra na Disney.

Em 1978, esse sofrimento seria amenizado, com aquela que viria a se tornar a Disneylândia do Headbanger: Woodstock Discos. Inaugurada pelo apaixonado por rock n’ roll e colecionador dedicado Walcir Chalas, a loja começou a funcionar na Rua José Bonifácio, nº 176, loja 16, São Paulo capital.

Continuar lendo

Nós Conseguimos O Melhor

A banda mais quente do planeta!

A banda mais quente do planeta!

Uma dúvida que pairava em minha mente, e creio que na de alguns fãs, antes do show do Kiss começar era: “Será que a voz do Paul Stanley, comprometida pelos seus 63 anos, irá tirar o brilho do espetáculo?”.

Continuar lendo

Uma festa digna dos monstros

Visão do palco

Após encarar uma maratona de mais de 10 horas de shows com o volume no talo, a sensação que ficou do segundo dia da sexta edição brasileira do Monsters Of Rock foi a de que o mega evento realizado no Anhembi era uma verdadeira festa a altura dos grandes nomes que se apresentariam ali.
Continuar lendo

Back To 80’s

Steel Panther

Muito laquê no cabelo, lápis nos olhos, maquiagem pesada, calças apertadas (e com pele de onça se possível), riffs pegajosos, solos furiosos, groupies, festas, sexo e mais sexo, arenas lotadas e som no talo!

Vendo assim, a descrição acima seria de alguma banda da cena hard/glam de Los Angeles nos anos 80, mas, por incrível que pareça, ela cai como uma luva para um dos grandes destaques dos anos 00’s: Steel Panther.
Continuar lendo

Lollapalooza 20 anos depois

Lollapalooza 2013

No último fim de semana, rolou em São Paulo a 2ª edição nacional do Lollapalooza no Jockey Club, onde mais de 150 mil fãs conferiram memoráveis apresentações que, além de recolocar a terra da garoa no mapa dos grandes festivais, mostraram mais uma vez a força do rock em nosso País.
Continuar lendo

Guerreiro anônimo

Dirigido por sua sobrinha, documentário retrata a vida e trajetória do maior líder esquerdista nacional.

Dirigido por sua sobrinha, documentário retrata a vida e trajetória do maior líder esquerdista nacional.

Nos tempos de escola, lembro que uma das grandes dificuldades da minha professora de história era a de prender a atenção dos meus colegas nas aulas em que íamos estudar a história do Brasil. Se a 1ª e 2ª Guerras Mundiais, a Revolução Francesa, os egípcios, os gregos e os romanos conseguiam magnetizar a todos, quando a matéria mudava para o lado verde e amarelo, era aquela “luta”.

Continuar lendo

Tarantino made in Brasil

Estreia de Afonso Poyart sai do senso comum, inova e dá uma nova perspectiva a produção de filmes de ação nacionais.

Explosões, tiros, grafismos, vídeo game, jogadas de câmera, plano para exterminar político corrupto e perseguições de carro num ritmo frenético e videoclíptico; e tudo isso apenas em um trailer! Foi dessa maneira que o País foi apresentado a uma das produções mais surpreendentes dos últimos 10 anos: 2 Coelhos.

Continuar lendo

Clic Certo Na Hora Certa

Fotógrafo norte-americano, Bob Gruen, através de sua grande obra acompanhou e registrou de perto a linha evolutória do rock.

Um grande fotógrafo é aquele que além de saber utilizar de maneira correta seu equipamento, está no lugar certo, na hora certa e dá o clic certeiro, em cuja fotografia ficarão registradas a essência de um lugar, pessoa, monumento e momento da história, para todo o sempre. Se há um grande artista que pode se orgulhar de reunir todas essas características essenciais para a execução de seu trabalho, este alguém é o norte-americano Bob Gruen.

Continuar lendo

Encontro por Acaso

A forma como conheci as obras, do maravilhoso artista Keith Haring foi duas vezes por acaso.A segunda foi ontem de madrugada, ao assistir o Notícias MTV que noticiava uma exposição com obras de Haring em São Paulo.Ao me deparar com os desenhos veio um click na minha mente:  “Já vi essas imagens antes!” E realmente as tinha visto, na minha infância, quando minha mãe tinha uma blusa de fundo branco com várias imagens que eram desenhos dele, que ela usou muito em 94 e 95.

Artista usou várias de suas obras como combate à AIDS

Keith Haring estudou durante dois anos (de 76 a 78) na escola de artes de Pittsburgh.Antes de concluir o curso transferiu-se para Nova Iorque, onde começou a se interessar pelos graffitis e ganhou notoriedade ao desenhar com giz as estações de metrô da cidade.

Na década de 80 pintou vários murais pelo mundo- de Sidney a Amesterdão e até mesmo o muro de Berlim.Amigo pessoal da cantora Grace Jones, o artista pintou a artista em seu filme Vamp (de 1986).

Haring pintando a cantora Grace Jones para o filme Vamp

Em 88 assume para Rolling Stone EUA, que é um portador do vírus HIV.E em seguida funda a Keith Haring Foundation, em favor das crianças vítimas da AIDS.

No ano seguinte faz sua última obra pública, perto da igreja de Sant’Antonio Abate,em Pisa, Itália, o grande mural batizado de Tuttomondo, que é dedicado à paz mundial.

Painel Tuttomondo, na Itália, é a última obra do artista

No dia 16 de fevereiro de 1990, vítima de complicações de saúde relacionadas à AIDS,Keith Haring faleceu aos 31 anos.Assim como todo grande artista genial, suas obras ficaram imortais e são e serão por todo o sempre admirada por milhões e milhoes de pessoas mundo afora.

Abaixo segue algumas das obras fantásticas do artista: