Fugindo do óbvio

Com um drama simples e belas paisagens mineiras, Alberto Araújo faz uma boa estreia.

Com um drama simples e belas paisagens mineiras, Alberto Araújo faz uma boa estreia.

Um filme nacional que fugia dos mais que batidos clichês das comédias românticas, das misérias das favelas, da seca no nordeste, e que se aprofundava num drama de maneira honesta, com um certo “q” de cinema argentino.

Isso era o que via na prévia de Vazio Coração, na Casa da Cultura de Patrocínio em março do ano passado, quando trabalhava para um dos principais jornais impressos da cidade e fui convidado a ver 10 minutos da obra do estreante Alberto Araújo.
Continuar lendo

Anúncios

Os coiotes estão unidos

Quatro Coiotes a7
Já é mais do que evidente para quem frequenta o blog, ou até mesmo dá só uma “olhadinha”, que eu sou um mega fã daquele que é o maior fenômeno do Brock: RPM. E não preciso nem dizer o meu êxtase ao saber que os quatro coiotes viriam a minha cidade (Patrocínio-MG) para fazer um show no dia 14/6.
Continuar lendo

Surfando Karmas & DNA na Ilha de Patrocínio

Pouca Vogal porporciona espetáculo memorável em Patrocínio-MG.

Quem é fã de carteirinha do rock nacional, sabe muito bem que o gênero não está em seus tempos de glória, que está cada vez mais difícil surgirem novas e bacanas bandas no cenário e que grandes nomes consagrados, em sua maioria, não estão na atividade, ou infelizmente já partiram dessa pra melhor; mas ainda há aqueles que estão aí na luta, e salvam a pátria.

Pode-se se dizer, sem sombra de dúvida alguma, que um dos poucos nomes que ainda faz bonito, é o duo Pouca Vogal, formado pelo genial engenheiro hawaiiano Humberto Gessinger e o grande guitarrista e cidadão Duca Leindecker.

Continuar lendo