Musica & Design #2

Essa banda vi fuçando por ai…  e me encantei com o clipe, uma maravilha visual, eu que gosto de fontes e logotipos fiquei boquiaberto com o mesmo, e o som não fica para traz não! Está é:

Black Drawing Chalks

A banda começou na faculdade de Design Gráfico,  o nome da banda que significa “Carvões pretos para desenhar”  com álbuns elogiados, a banda Brazuca já abriu shows para o  Nashiville Pussy, Motorhead e Eagles of Death Metal.

Como diz a musica “Viva essa vida com estilo para se fazer forte”

O Incrível Mundo Do Backstage

Livro de Zeca Camargo traz divertido panorama dos bastidores do mundo da música

De a-ha a U2, mas poderia muito bem ser como o próprio autor diz no texto da contra-capa: De Björk a Nirvana, de Madonna a Renato Russo, de Cazuza a Mick Jagger ou de Metallica a Lauryn Hill.

O primeiro livro musical de Zeca Camargo traz um divertido (e descobridor) panorama do que rola nos bastidores do mundo da música, através das histórias do que rolou nas entrevistas musicais que fez ao longo de sua carreira até o ano de 2006 (o livro foi lançado em 4 de outubro de 2006), que abrange sua fase na Folha de São Paulo, MTV,  até chegar na sua atual fase no Fantástico, da Rede Globo.

O que chama a atenção na leitura da obra é o fato do texto dar uma proximidade entre o fã e seu artista favorito, que vivem uma relação de distância e que é quebrada graças ao livro. E também o divertido e coloquial tom que Zeca usa em seus textos, o que permite ao leitor uma proximidade com o autor numa espécie de bate papo musical.

Composto por 53 capítulos que estão classificados em verbetes em ordem alfabética, alguns são uma verdadeira aula não só de jornalismo como de história da música e sobre como funciona o show business.

Vários são os capítulos que chamam a atenção; um particularmente eu fiquei com uma certa nervosia devido a visões opostas com o autor sobre o grupo norueguês a-ha, mas em compensação nos demais me deliciei com os relatos dos encontros com os mega ídolos, que ampliam o conhecimento musical e fazem, sem a gente ver, as horas passarem em segundos!

Os relatos que se destacam são: De Alanis Morissette, artista que Zeca Camargo mais entrevistou, Renato Russo, em sua antológica entrevista para a MTV em 1993, onde ele prega uma peça na equipe do jornalista, o esquema profissional de Madonna, a simpatia dos até então “bad boys” da mídia Axl Rose(onde Zeca foi na verdade uma espécie de tradutor) e Johny Rotten , que trataram super bem o jornalista, um cansado Jon Bon Jovi, a não entrevista com o Coldplay( causada por Chris Martin), a corajosa declaração de Cazuza admitindo ter AIDS, o episódio em que os Titãs salvaram a pele do jornalista quando ele era bailarino em São Paulo, o que rola nos bastidores do “Oscar” do videoclipe o VMA que tem um capítulo dedicado ao evento no relato do Pearl Jam, como é feito o processo de fabricação de um ídolo teen (no caso de Britney Spears e Avril Lavigne), os papos com o Metallica,o ansioso jornalista querendo entrevistar seu ídolo Caetano Veloso, a energia e magia sentida nos estúdios de Abbey Road com o Skank, a loucura que foi o Rock In Rio II em 1991 no capítulo do Queensrÿche, e pra fechar com chave de ouro, a maior banda de rock da atualidade( e uma das 10 mais de todos os tempos) U2!

Ao final de cada capítulo o leitor encontra numa escolha pessoal, a indicação de uma música daquele artista que não pode deixar de ser ouvida. Há ainda a divertida seção “As Cinco Mais’ com uma criativa análise crítica e descobertas musicais descoladas de Zeca Camargo em “Perdido em Música” .

Seja para aspirantes à jornalismo, amantes de música e de uma boa e gostosa leitura, De a-ha a U2 é um livro essencial e item obrigatório de cabeceira!

Musica & Design

Musica & Design = Porno!?

Tahuna Breaks – “Giddy Up” Banda de um funk / raízes, Nova Zelandia. Mas o que me chamou a atenção mesmo foi a Illustração, muito foda!  Direção e ilustrado por Morgan Leah. Editado e animado por Leirkjaer Morten. Produzido por Fish Clips na Nova Zelândia. Uma canção sobre um tema atrevido naughty visualmente representado dentro de uma paródia de um clássico infantil dos anos 70.

Para maiores de idade:

E quem for menor de idade, olha o original:


Fonte: http://haznos.org/2010/05/tahuna-breaks-giddy-up/

Coletânea Cultural

Tudo começou em 2008 quando meu grande amigo, colega de sala e mente pensante, Júnior(conhecido tambem como JJ ou Jay Jay), me fez a seguinte proposta: “O que acha da gente fazer um blog, onde pudéssemos expor nossas ideias e discorrer sobre assuntos que  temos domínio?!!!” Beleza, proposta aceita!

Os problemas no início foram vários, como: qual vai ser o tema do blog, quem colabora nele, o que vai ter e o que não vai ter, qual é nosso público e claro, uma das grandes dificuldades que estudantes universitários enfrentam, a falta de tempo devido a maratonas de provas e trabalhos. O que no início desanimou um pouco e fez parecer que o projeto do blog não ia decolar.

Mas eis que em Julho de 2009, na minha fase deprê pós morte do meu grande ídolo Michael Jackson (em posts futuros voce irá ver o quanto sou fã, mas sei fazer análises sem usar o coração d+++, desse gênio!) recebo uma mensagem de celular do JJ, perguntando se o blog ainda estava de pé. Não deu outra, nos animamos de novo e finalmente conseguimos pensar no que consistiria este espaço: um lugar onde a cultura é levada a sério.

Porém, foi aí que surgiu um problema ainda maior: qual será o nome do nosso blog?!!! A tarefa não foi das mais fáceis, quebramos muito a cabeça para decidir, mas depois de apresentarmos a proposta do blog para nosso professor, fotógrafo e amigo Francisco Júnior (Chico), ele nos deu uma ideia de nome que aceitamos na hora: Miscelânea, cujo um dos signigficados é de coletânea de estudos sobre determinada especialidade, que no nosso caso é cultura!

Meu amigo Jay Jay achava (e estava certo) que precisavamos de um nome composto para o blog e que tivesse uma ligação bacana com o primeiro, a ideia pro nome composto já veio na hora: Cult. Abreviação da palavra cultura (conjunto das manifestações artísticas, intelectuais que caracterizam determinada sociedade).

Portanto, este é um blog que é uma espécie de coletânea cultural,onde serão publicados textos, podcasts, videos e afins referentes à: cinema, música, fotografia, HQ’s, TV, videoclipes, danças, trabalhos bacanas da faculdade, livros, textos bem feitos por outros autores, anúncios publicitários criativos, enfim, de tudo um pouco deste imenso e maravilhoso universo cultural. Se você é um amante deste universo, seja muitíssimo bem-vindo ao nosso blog!

PS: agora se você, que está lendo este post é um daqueles que gosta de saber da vida alheia e que vive fazendo comentários do naipe: que lindo, que fofo, que legal, que doidera cara; sinto lhe informar mas você está no lugar errado, pois não vamos postar, o que rolou no churrasco do tio, como anda nossa vida pessoal, quem pegou quem, ciclana que traiu fulano, o almoço de domingão ,fotos de festinhas, planos pro fim de semana e coisas desse estilo. Se você gosta disso, só me resta dizer:  BEAT IT!!!!!!!!!