O Belo Tributo a Huo Yuanjia

O Mestre das Armas

Chega a ser quase inimaginável que um dia a hoje poderosíssima China se sucumbiu ao domínio de impérios europeus e do Japão, com sua população sem um mínimo de autoestima e tendo a alcunha de “doente da Ásia”. Mas mais impressionante ainda foi a forma como país oriental conseguiu reverter o jogo, graças a um dos maiores nomes das artes marciais de todos os tempos: Huo Yuanjia.

Para homenagear a memória do grande mestre chinês, o astro Jet Li retornou a Xangai depois de uma longa temporada em Hollywood, e em associação com o diretor Ronny Yu, que também havia se aventurado em solo ianque e dirigido filmes como o patético Freddy VS Jason, lançou em 2006 O Mestre das Armas.

Continuar lendo

Anúncios

O Grande Pastel de Vento de Tarantino

Os Oito Odiados

Se a promessa de aposentadoria do genial cineasta Quentin Tarantino se cumprir em seu décimo filme, com intuito de ter uma filmografia perfeita, infelizmente ele não poderá se orgulhar desse feito devido ao seu oitavo (e mais recente) filme: Os Oito Odiados.

Continuar lendo

A beleza dos gestos singelos

O Fabuloso Destino de Amélie Poulain

Cenas arrastadas, papo cabeça, trama rocambulesca, romance, tristeza e músicas melosas; se essa é a imagem que você tem de cinema europeu, então talvez seja mais do que a hora de rever esse conceito, e uma boa pedida é um dos primeiros filmes “feeling good” dos anos 2000: O Fabuloso Destino de Amélie Poulain (França, 2001).

Continuar lendo

Pacino Vs. De Niro

Fogo Contra Fogo

De um lado do ringue, o filho de Don Corleone, que manda os inimigos dizer olá para seu pequeno amigo, que já foi a encarnação do tinhoso: Al Pacino. Do outro, o taxista mais icônico de Nova Iorque, que já enfrentou Sylvester Stallone, e grande ícone dos filmes de gângsteres: Robert De Niro.
Continuar lendo

Conquistando com a simpatia

Goosebumps

É bem verdade que somente pelo trailer que demonstrava boas pitadas de Jumanji, Gremlins e uma pegada 80’s, motivos não faltavam para ir ao cinema conferir Goosebumps- Monstros e Arrepios (EUA, 2015). Mas o principal chamariz para o filme adaptado da obra de R.L. Stine é Jack Black.

Continuar lendo

Quando o reinado de Batman & Robin foi ameaçado

Quarteto Fantástico 2015

Mamilos, close na bunda, bat-card, carro mais espalhafatoso que os alegóricos de desfiles escolares, visual mais cafona que musical de cassino, frases ridículas de efeito, estes são só alguns dos elementos que fizerem do pavoroso “Batman & Robin” de Joel Schumacher o pior filme de super-heróis e numa das maiores bombas atômicas da história da sétima arte.

Porém, esse reinado trash sofreu uma grande ameaça nas últimas semanas, vinda justamente de sua concorrência, com a inacreditavelmente quarta tentativa de levar para as telonas a “primeira família dos quadrinhos”: Quarteto Fantástico (EUA, 2015).

Continuar lendo

O incrível poder de evolução de Missão Impossível e Tom Cruise

Missão Impossível Nação Secreta

O que mais chama atenção na franquia Missão Impossível é o seu incrível poder de evolução a cada título lançado, algo raro de se ver em Hollywood, ainda mais se levarmos em conta seu atual cenário.

Continuar lendo

Só um grande nome não basta

O-Exterminador-do-Futuro-Gênesis poster

Se fosse concedida a mim a chance de voltar no tempo 12 anos, um dos alertas que daria ao pré-adolescente Lucas de 13 anos ainda em estado de êxtase por ter tido seu primeiro contato com a obra-prima Exterminador do Futuro- O Julgamento Final era a de que justamente dessa franquia viria um dos momentos de maior raiva e decepção já vividos por ele numa sala escura do cinema.

Certamente o jovem iria achar aquilo um absurdo, e mandaria um sonoro “vá se foder!”. Ah, pobre padawan, não sabe que estaria desperdiçando um conselho de ouro para não se sujar com tamanha inundação de estrumes vinda da grande decepção cinematográfica dos últimos tempos: Exterminador do Futuro- Gênesis (EUA,2015).

Continuar lendo

Fechando com chave de ouro (por enquanto)

Jurassic World

Demorou, mas, após longos vinte dois anos após a estreia do clássico jurássico imortal de Steven Spielberg, e catorze depois de sua terceira e (até então) ultima incursão nos cinemas, finalmente Jurassic Park ganha sua tão merecida e digna sequencia em Jurassic World (EUA, 2015).

Continuar lendo

Muito acima da média

Mad Max Estrada Da Fúria

Somente vivendo numa caverna, em um país com a pior ditadura possível, ou na mais distante tribo indígena para não sentir os impressionantes impactos gerados pelo mais novo monumento do cinema de ação: Mad Max- Estrada da Fúria.

Continuar lendo