Brother Gunner

Logo na orelha do livro o leitor já é advertido do coquetel molotov que está prestes a explodir; nele ele irá descobrir como Steven Adler conheceu Slash aos 13 anos de idade, tentou entrar na Marinha, dos abusos sexuais que sofreu aos 14 anos, como salvou Nikki Sixx de uma overdose, transou com a irmã de Tommy Lee, participou de uma orgia regida por Steven Tyler e de outra por Nick Sixx, e de sua expulsão do Guns N’ Roses.

Os chamativos (e impactantes) tópicos acima, são apenas os canapés de entrada da jornada de conquistas épicas e tragédias gregas que permeiam a vida do primeiro baterista gunner, muito bem relatadas em sua autobiografia lançada no Brasil em 2015 pela editora Edições Ideal: Meu Apetite Por Destruição-Sexo, Drogas e Guns N’ Roses.

Continuar lendo

Anúncios

A memória que quero preservar na última lágrima na chuva

Recentemente meu grande amigo e mestre Moacir propôs um interessante exercício de reflexão no Facebook, em analogia a clássica cena do monumental Blade Runner-O Caçador de Andróides: “Se você pudesse preservar uma última memória que se perderia como lágrimas na chuva, qual seria?” 

Continuar lendo

Blood Sugar Sex Magik: Os 25 Anos Da Consagração Do Red Hot

blood-sugar-sex-magic

Por Renato Gonzaga

24 de setembro de 1991. A data que ficaria marcada com o lançamento de um dos maiores discos de todos os tempos: Blood Sugar Sex Magik. Para muitos fãs, este é o melhor trabalho já lançado pelo Red Hot Chili Peppers e não é difícil entender o porquê.

Continuar lendo

O Ícone De Uma Geração

Segundo disco do Nirvana, com capa histórica de Kirk Weddle, tornou-se um símbolo dos anos 90.

Segundo disco do Nirvana, com capa histórica de Kirk Weddle, tornou-se um símbolo dos anos 90.

Se a música dos anos 90 tivesse um RG, certamente sua naturalidade seria a cidade de Los Angeles, mais precisamente o Sound City Studios, com o nascimento ocorrendo no dia 24/9/1991, sua foto traria um bebê com o pinto de fora numa piscina atrás de uma nota de 1 dólar presa a um anzol, seus pais seriam Butch Vig, Dave Grohl, Krist Novoselic, Kurt Cobain e seu nome seria Nevermind.

Continuar lendo

Classicaço 90’s

Caçadores de Emoção

Se há um filme pelo qual o talento da diretora Kathryn Bigelow merecia ser devidamente premiado, este está longe de ser o oscarizado e assistível “Guerra Ao Terror” de 2008; todas as honrarias deveriam ser endereçadas a um dos grandes clássicos do cinema de ação 90’s, e consequentemente dos tempos áureos da Sessão da Tarde: Caçadores de Emoção (Point Break, EUA, 1991).

Continuar lendo

Diário Pop

History capa

Chega a ser curioso como um astro tímido e que ao longo dos anos ficou tão recluso, tenha lançado um álbum tão poderoso e confessional logo após de um dos períodos mais conturbados da sua vida.

Continuar lendo

Pacino Vs. De Niro

Fogo Contra Fogo

De um lado do ringue, o filho de Don Corleone, que manda os inimigos dizer olá para seu pequeno amigo, que já foi a encarnação do tinhoso: Al Pacino. Do outro, o taxista mais icônico de Nova Iorque, que já enfrentou Sylvester Stallone, e grande ícone dos filmes de gângsteres: Robert De Niro.
Continuar lendo

Emprego dos Sonhos

Empire Records

Se por acaso um gênio da lâmpada viesse ao meu encontro, e dissesse que poderia me dar um emprego do mundo mágico do cinema e da música, certamente ficaria divido entre três opções: ser o dono da loja de Rob Gordon em “Alta Fidelidade”, estar no lugar do jovem Willian Miller (alter ego do diretor Cameron Crowe) em “Quase Famosos”, ou ser um dos funcionários da Empire Records (EUA, 1995).

Continuar lendo

A Disneylândia do Headbanger

woodstock86original

Elvis Presley, Beatles, Rolling Stones, Cream, The Doors, Jimi Hendrix, Led Zeppelin, Janis Joplin, Steppenwolf, Cream; encontrar um lugar para comprar um disco destas grandes lendas para um fã tupiniquim apaixonado por rock, numa era bem distante da internet, era a mesma sensação que uma criança de 10 anos tem quando adentra na Disney.

Em 1978, esse sofrimento seria amenizado, com aquela que viria a se tornar a Disneylândia do Headbanger: Woodstock Discos. Inaugurada pelo apaixonado por rock n’ roll e colecionador dedicado Walcir Chalas, a loja começou a funcionar na Rua José Bonifácio, nº 176, loja 16, São Paulo capital.

Continuar lendo

Nós Conseguimos O Melhor

A banda mais quente do planeta!

A banda mais quente do planeta!

Uma dúvida que pairava em minha mente, e creio que na de alguns fãs, antes do show do Kiss começar era: “Será que a voz do Paul Stanley, comprometida pelos seus 63 anos, irá tirar o brilho do espetáculo?”.

Continuar lendo