Resgatar o Matt Damon vale muito a pena, e com Ridley Scott no comando vale mais ainda.

Perdido em Marte

Não existe uma fórmula precisa que resulte um filme memorável, já que para ele alcançar o devido o status, uma série de fatores entra em cena; mas, parece que há uma infalível, contrariando essa ideia: missão de resgate + Matt Damon + um grande diretor no comando = FILMAÇO! E essa máxima se confirma no retorno de Ridley Scott ao gênero que o consagrou: Perdido Em Marte (The Martian, EUA, 2015).

Chega até ser curioso que um dos gênios do sci-fi moderno e sombrio, nos brinde com um filme cheio de cores vivas, alegre, carregado de esperança e tão divertido.

Adaptado do livro homônimo de Andy Weir, a trama possui uma história simples: o astronauta Mark Watney (Matt Damon) está em uma missão em Marte, mas, após se perder de seus companheiros em meio a uma evacuação de emergência, é dado como morto.

No dia seguinte, lá está ele completamente jogado às traças no planeta vermelho, sem nenhum contato com a civilização e tendo de se virar com seus conhecimentos e materiais à disposição na sua luta para sobreviver.

E aí que a imersão total começa: por meio de “videologs” e experiências, Watney conquista a admiração do espectador, fazendo com que nós fiquemos na torcida por sua vida e volta a Terra seja feita com êxito.

Preparando o retorno para casa.

Preparando o retorno para casa.

Nisso o filme deve muito a um grande trunfo ao seu favor, que tem nome e sobrenome: Matt Damon. O astro entrega um trabalho de atuação espetacular, conseguindo transmitir emoções de tristeza, tensão, alegria e raiva, de uma maneira tão natural, que só os monstros sagrados conseguem fazer.

Além do fator Damon, a direção de Ridley Scott acerta em cheio, nos brindando com uma fotografia, direção de arte e efeitos especiais ímpares! Para dar mais sabor ao bolo, uma boa camada de cobertura com uma trilha sonora regada a disco music anos 70 (Dona Summer, ABBA) passando por David Bowie, e um elenco de apoio sensacional, com nomes como: Jeff Daniels, Jessica Chastain, Sean Bean, Michael Peña e Chiwetel Ejiofor.

Mesmo com tantos elementos positivo a favor na balança, o filme perde força justamente numa das necessidades de seu roteiro: os momentos passados na terra. Algumas cenas (principalmente no ato final) se arrastam, chegando a comprometer seu andamento.

Felizmente, quando esse agravante começa a comprometer toda a aventura espacial, o turbo é acionado e a viagem volta a sua rota normal.

Pode-se afirmar categoricamente que além de ser um dos grandes lançamentos de 2015, Perdido Em Marte é uma das grandes obras de todos os envolvidos na produção, tendo conseguido o grande feito de deixar uma grande lição de união e esperança a toda humanidade sem ser piegas.

Ficha Técnica

Gênero: Ficção Científica

Direção: Ridley Scott

Roteiro: Drew Goddard

Elenco: Aksel Hennie, Brian Caspe, Chen Shu, Chiwetel Ejiofor, Donald Glover, Eddy Ko, Enzo Cilenti, Geoffrey Thomas, Greg De Cuir, Gruffudd Glyn, Jeff Daniels, Jessica Chastain, Jonathan Aris, Kate Mara, Kristen Wiig, Lili Bordán, Mackenzie Davis, Mark O’Neal, Matt Damon, Matt Devere, Michael Peña, Mike Kelly, Naomi Scott, Narantsogt Tsogtsaikhan, Nick Mohammed, Peter Linka, Sean Bean, Sebastian Stan, Szonja Oroszlán, Yang Haiwen

Produção: Mark Huffam, Michael Schaefer, Ridley Scott, Simon Kinberg

Fotografia: Dariusz Wolski

Montador: Pietro Scalia

Trilha Sonora: Harry Gregson-Williams

Duração: 141 min.

Ano: 2015

País: Estados Unidos

Cor: Colorido

Distribuidora: Fox Film do Brasil

Estúdio: Genre Films / International Traders / Mid Atlantic Films / Scott Free Productions / Twentieth Century Fox Film Corporation

Classificação: 12 anos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s