Pegada 80

Guardiões-da-Galáxia

Dentre as reclamações que ouço e leio de cinéfilos saudosistas dos anos 80 e 90, e que também faço, é a de que faltam nos filmes hoje roteiros que privilegiem uma boa história que nos faça querer vê-lo mais e mais.

É engraçado que um dos últimos grandes fenômenos do cinema pipocão, que conseguiu resgatar bem esses elementos e se tornar um novo clássico imediato, venha de uma turma pouco conhecida da Marvel: Guardiões da Galáxia.

Tendo origem em 1969, mas refeita em 2008, e apresentada deste modo ao grande público, ao primeiro olhar, essa adaptação transmitiria uma imagem de aposta arriscada da Casa das Ideias, já que em tempos de pouco território para filmes mais ousados e fantasiosos, quem poderia engolir a ideia de uma árvore humanoide e um guaxinim badass falante?!

Para ousar mais ainda, o estúdio convocou o diretor James Gunn, conhecido por trabalhos de estética mais trash e lado B, no comando do projeto.

A história acompanha Peter Quill (Chriss Patt), Gamora (Zöe Saldana), Drax (Dave Bautista), Rocket (dublado por Bradley Cooper) e Groot (Vin Diesel) foras da lei que se veem forçados a unir suas forças, para vender o artefato Orbe e dividir a grana entre os quatro.

Só que o objeto em questão, nada mais é do que uma poderosa fonte de poder capaz de destruir a galáxia, e a única que sabe dessa dimensão é Gamora, que não quer que ele cai nas mãos do temido tirano Ronan, que numa troca de favores com o poderoso Thanos, pretende destruir Xarxan.

E somente a união, de início improvável, desses quatro distintos e renegados personagens poderá salvar o destino de todo o universo.

Guardiões da Galáxia reunidos

O filme funciona fabulosamente bem, graças a um roteiro conciso, inteligente, com referências nostálgicas corretamente colocadas, tiradas cômicas bem sacadas e cenas de ação que enchem os olhos.

Visualmente então, a fotografia e direção de arte são dignas de figurarem ao lado dos grandes ícones destes aspectos como Blade Runner e Star Wars, como exemplo perfeito de como um filme de ficção/aventura deve ser feito.

Mas é na muitíssima bem selecionada trilha sonora, que reúne clássicos do rock e pop dos 70 e 80, que Guardiões conquista logo de cara, inclusive se o filme fosse um extenso vídeo clipe com essas canções o embalando, já mereceria um Oscar!

Porém, com tantos feitos positivos, há a falha da trama não apresentar e desenvolver vilões que realmente mostrem uma verdadeira ameaça digna de uma união para ocorrer um embate contra ele, isso fica mais na interpretação ao longo do filme e só entra na ação no final.

Nada que tire os méritos dele é verdade, que se torna mais um grande acerto e sucesso absoluto da Marvel Studios. E antes de concluir esse post, se for spoiler fóbico, peço que por gentileza encerre sua leitura aqui.

Como já é de conhecimento notório dos fãs, todo filme Marvel apresenta as famosas cenas pós-créditos, e aqui na minha humilde opinião, há uma das melhores já feitas, graças à presença de um dos maiores heróis da Sessão da Tarde: Howard The Duck!

E já faço aqui minha campanha: remake decente (e merecido) para um dos patos mais style da história do universo já! Vai ser um verdadeiro tesão ver novamente a cara de indignação dos inocentes na sala, mais perdidos que filhos de profissionais do sexo em dia dos pais, ao se depararem com “o pato que fala”.

Ficha Técnica

Gênero: Ação

Direção: James Gunn

Roteiro: Chris McCoy, Nicole Perlman

Elenco: Benicio Del Toro, Bradley Cooper, Chris Pratt, Dave Bautista, Djimon Hounsou, Emmett Scanlan, Glenn Close, John C. Reilly, Karen Gillan, Laura Haddock, Lee Pace, Melia Kreiling, Michael Rooker, Ophelia Lovibond, Peter Serafinowicz, Vin Diesel, Zoe Saldana

Produção: Kevin Feige

Fotografia: Ben Davis

Montador: Fred Raskin

Trilha Sonora: Tyler Bates

Duração: 121 min.

Ano: 2014

País: Estados Unidos

Cor: Colorido

Distribuidora: Hughes Winborne / Walt Disney Pictures

Estúdio: Craig Wood / Marvel Enterprises / Marvel Studios

Classificação: 12 anos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s