A voz do Quico

Com um bate papo bastante descontraído, Nelson Machado relembrou sua trajetória e respondou perguntas do público.

Com um bate papo bastante descontraído, Nelson Machado relembrou sua trajetória e respondeu perguntas do público.

Se a primeira impressão é a que fica, as da Catsu 2012 foram as melhores possíveis, deixando um bom nível de expectativa para a próxima, que rolou no início deste ano em maio, contando com a palestra de Cauê Moura como carro chefe, que por causa de uma prova não pude ir ao evento, restando aguardar a edição do segundo semestre.

Quando vejo o anúncio da primeira grande atração, uma sensação de deja vu vem a tona: Detonator tocará novamente na Catsu. Mesmo curtindo muito o filho do deus metal não me senti tão atraído para vê-lo novamente, por ser mais do mesmo, apesar de contar com a companhia das musas do metal e com disco novo a caminho.

Faltava um nome que atraísse, e ele veio: Nelson Machado, grande dublador e a voz imortal do Quico, e no mesmo dia uma palestra também do badalado vlogger e ex-VJ da MTV PC Siqueira.

Mesmo com o tempo frio e chuvoso, não foi o bastante para tirar a animação deste grande fã de Chaves, que assim como os milhões espalhados por este Brasil, também admira muito seus dubladores que colaboraram (e muito) para o sucesso da série aqui, e estava feliz em poder  ver um deles ao vivo.

Ao chegar no Acrópole com meu primo Eduardo, noto algumas mudanças bem acertadas da organização do evento, como a de colocar as stands na parte interna do local, o que poupou o público da chuva e do frio; ao seguir para frente do palco, tudo já está pronto para palestra de Nelson, e num telão há um painel com seus principais personagens e atores dublados: Quico, Fred Flintstone, Jack, do filme O Estranho Mundo de Jack, Robin Willians, Jerry Lewis, Darwing Duck, Roberto Begnini, Chuck, Howard, O Super Herói, e acredite se quiser, Paul McCartney!

Ovacionado ao subir no palco, o dublador para evitar as perguntas clichês de “como foi o seu começo?”, mostra um vídeo com uma retrospectiva de sua carreira, mas, mesmo com esta apresentação, não escapou da pergunta, e então deu o pontapé inicial em seu bate papo, falando que seu primeiro trabalho foi com 14 anos, em um filme em que tinha apenas uma fala: Beisebol! E brinca que conseguiu seu emprego por “nepotismo”, já que sua mãe era dubladora.

Ficando de pé o tempo todo e interagindo bem e com simpatia com a plateia, respondeu a várias perguntas, sendo a maioria muito interessantes, como a de que se havia cometido algum erro (e ele admitiu que sim, ao fazer um teste para dublar Sylvester Stallone, mas que a cópia com sua dublagem foi apagada); que não incorpora trejeitos de seus personagens dublados no seu cotidiano; seu encontro com Carlos Villagrán; de que não há um personagem dublado por outros que gostaria de dublar; a experiência de dublar Chuck (que segundo ele foi divertida e mais fácil); seu lado escritor; e de que seu trabalho dublando sir Paul McCartney não foi em um filme dos Beatles, mas sim de Paul McCartney, em “Mande Recados Para Broad Street”, feito em 84 para divulgar o disco Give My Regards To Broad Street.

No final, três pessoas foram convidadas para o palco para uma brincadeira em que quem imitasse melhor o bordão “Ah! Calem-se, calem-se, calem-se, vocês me deixam loooooooooooooouuuuucccooosss!”, ganharia uma cópia do livro Versão Brasileira; infelizmente um sem noção subiu ao palco e fez uma atitude muito desrespeitosa: disse que não faria a imitação pois não sabia fazer a voz e que estava ali só por causa de PC Siqueira, fazendo cara de bunda e ainda falando que só queria tirar uma foto com Nelson; vaias e mais vaias ao jovem topeira sem noção!

Mostrando jogo de cintura e ironia, o dublador contorna a situação, premia o vencedor, e encerra a palestra cantando o tema do Quico, do disco do Chaves de 89, com muita alegria e arrancando os gritos de “rá, rá,rá” da platéia, fechando com chave de ouro sua apresentação, onde demonstrou bastante conhecimento na arte de seu ofício e com os personagens e artistas que interpreta.

E agora um aviso aos tietes e baba ovo de PC Siqueira: mesmo curtindo boa parte do trabalho do cara, como seu extinto MTV Games e alguns vídeos do canal Mas Poxa Vida, não assisti sua palestra low profille e sem sal por completo, portanto, se você é um deles, ou até mesmo o sem noção que fez uma tremenda sacanagem com Nelson, vá para o twitter xingar muito sobre como sua vida é uma batalha árdua e peça pra mamãe dinheiro pra pagar de cool na baladinha ovo maltine leite com pêra!

Após a palestra de Nelson Machado, uma fila se formou ao lado do palco para que os fãs pudessem tirar uma foto e pegar autógrafos, e lá fomos eu e Eduardo para conhecer a voz do Quico!

Fomos recebidos com extrema simpatia e educação, inclusive pude fazer duas perguntinhas rápidas: “Qual era o filme de Stallone que ele iria dublar? E como foi dublar o mito da comédia Jerry Lewis?” Nelson diz que o filme em questão era “Pare! Senão Mamãe Atira”, e que dublar Lewis foi uma grande realização, já que era fã do ator desde criança e brinca que quem achar suas versões dubladas dos filmes do comediante e enviar pra ele, paga uma recompensa. Registros fotográficos feitos, nos despedimos, dou uma andada nas estandes e vou embora.

No fim ficou a sensação de que o público desta edição Catsu, não estava tão respeitoso e com a animação e energia positiva como na passada, e que o evento se quiser manter o fôlego, terá de fazer mudanças, talvez uma edição ao ano, ao invés de duas, e atrações de peso como os irmãos Piologo do Mundo Canibal, Jovem Nerd e Azaghal, e dubladores como Wendel Bezerra e Guilherme Briggs dariam uma injeção de ânimo e força ao evento, que merece e os fãs também!

O grande dublador Nelson Machado e eu num "cochilo", porém, muito feliz por conhecer a lenda pessoalmente!

O grande dublador Nelson Machado e eu num “cochilo”, porém, muito feliz por conhecer a lenda pessoalmente!

Anúncios

2 comentários em “A voz do Quico

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s