Sem lenço, sem documento

Drama dirigido por Sean Penn mostra a jornada de autoconhecimento de Chris McCandless.

Drama dirigido por Sean Penn mostra a jornada de autoconhecimento de Chris McCandless.

Dentre as várias indicações de filmes que recebo de amigos e conhecidos, um que sempre se destacou e com elogios unânimes, foi o drama Na Natureza Selvagem; toda vez que ouvia as indicações dele, as pessoas falavam com uma admiração imensa pela sua história, a mensagem que ele passa e como transformou sua maneira de ver o mundo.

Além destes ótimos antecedentes, pesava a favor do film, o fato de ser dirigido pelo astro Sean Penn, ator que sempre fez diversificados e ousados papeis ao longo de sua filmografia, e que caiu como uma luva para este projeto.

Baseado no livro homônimo, de Jon Krakauer, o drama mostra a viajem em busca do autoconhecimento e da liberdade absoluta de Chris McCandless, jovem recém formado, de família de classe média alta, mas que está cansado de viver de ilusões, hipocrisias, mentiras e se enganando. Então, resolve seguir um novo rumo: doa toda sua economia (U$ 24.000) para a caridade, queima todos seus documentos de identificação, adota o nome Alexander Supertramp e traça uma ousada meta: ir para o longínquo Alasca.

Sem um tostão no bolso, ele foi cruzando a costa oeste dos Estados Unidos, onde ao longo de sua jornada, trabalhou nos mais diferentes lugares, foi conhecendo os mais variados tipos de pessoas e formas de viver, o que foi contribuindo para seu novo modo de vida e para seu conhecimento, assim como seu jeito ia transformando quem estava ao seu redor.

O verdadeiro Chris McCandless, num auto retrato que retrata um do seus último momentos.

O verdadeiro Chris McCandless, num auto retrato que mostra um do seus último momentos.

Como todo grande road movie que se preze, Penn consegue mesclar belas paisagens em momentos minimalistas, incluindo alguns em que o ator Emile Hirsh está frente a frente com a câmera, intercalados com diálogos afiados (cheio de referências e metáforas) e cenas de certo suspense, drama e aventura.

Dos vários elogios que a crítica e os fãs do filme fizeram, três são realmente notórios e dignos de serem ressaltados por sua perfeição: a grandiosa fotografia de Eric Gautier, o excelente trabalho de atuação de Hirsh e aquele que pra mim é o mais fantástico, a maravilhosa trilha de Eddie Vedder (a voz do Pearl Jam), que com uma interpretação vocal e lírica riquíssimas, contribuiu para que a história atingisse um patamar de extrema excelência.

Um fator que me surpreendeu, foi o de como Sean operou um verdadeiro milagre, ao conseguir que a frígida e péssima atriz Kristen Stewart (a “querida e maravilhosa” diva da geração Crepúsculo), conseguisse fazer uma boa interpretação com mais de uma expressão facial e passando certa emoção.

O fim gera uma boa reflexão e mostra o outro lado da moeda da eterna busca que temos pela liberdade a qualquer preço, onde como já dizia os versos de Vedder: “And you think you have to want more than you need. Until you have it all you won’t be free”: “E você acha que você tem que querer mais do que precisa. Até que você tenha tudo o que quer você não estará livre.”

FICHA TÉCNICA

Diretor: Sean Penn

Elenco: Emile Hirsch, Marcia Gay Harden, William Hurt, Jena Malone, Brian Dierker, Catherine Keener, Vince Vaughn, Kristen Stewart, Hal Holbrook, Dan Burch, Joe Dustin

Produção: Art Linson, Sean Penn, William Pohlad

Roteiro: Jon Krakauer, Sean Penn

Fotografia: Eric Gautier

Trilha Sonora: Michael Brook, Kaki King, Eddie Vedder

Duração: 140 min.

Ano: 2007

País: EUA

Gênero: Drama

Cor: Colorido

Estúdio: Art Linson Productions

Classificação: 12 anos

Anúncios

Um comentário em “Sem lenço, sem documento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s