Fábula Rock’n Roll

Clássico cult dos anos 80 de Walter Hill, traz ação frenética em ritmo de videoclipe.

Uma Fábula Rock N´Roll, frase simples e direta, mas que informa ao espectador, do incrível poder de fogo, logo nos segundos iniciais, de um dos maiores cult movies da história e um grande marco da década de 80: Ruas De Fogo.

Num futuro distante, com ambiente futurista e regado a muito rock’n roll, em cada bairro gangues espalham violência e pânico entre a população, onde uma deficitária polícia nada pode fazer para reverter esse quadro. É com esse cenário, que uma bela e grande estrela do rock, Ellen Aim (Diane Lane), resolve voltar às origens fazendo um mega espetáculo em sua cidade natal. Porém, após a primeira canção, o show é invadido por uma gangue de motoqueiros, os Bombers (“Bombardeiros” na tradução), liderados pelo bad boy Raven Shaddok (Williem Dafoe).

Abertura com o incrível clássico “Nowhere Fast” do grupo Fire Inc., é um dos momentos antológicos de Ruas de Fogo.

Após presenciar o sequestro da cantora na plateia, Reva Cody (Deborah Van Valkenburgh) escreve uma carta para seu irmão Tom Cody (Michael Paré), pedindo para que ele volte e resgate Ellen, sua ex-namorada.

Meio a contragosto no início, Tom resolve se aliar ao atual namorado de sua ex-amada, o empresário poser de durão Billy Fish (Rick Moranis), e uma ex-soldado independente, McCoy (Amy Madigan); juntos ele partem para o resgate da cantora. E aí começa uma ação frenética, envolvendo briga com gangues de rua, perseguição com a polícia, explosões, tiros e uma jura de morte.

Muito mais do que um filme de ação regado a uma trilha mega espetacular, uma das melhores da história do cinema, o diretor Walter Hill pode se orgulhar de ter conseguido conduzir e criar uma história com um enredo cheio de elementos que prendem atenção do início ao fim, em uma trama fora dos padrões. Ao começar pela abertura, com uma edição bem videoclíptica e dinâmica, com um show de rock mais do que perfeito ao som de uma das melhores músicas do universo: “Nowhere Fast” do grupo Fire Inc., o visual futurista misturado a um estilo que remete os anos 50 dá um clima incrível para a história, com uma bela fotografia que da um belo up grade, além do final nada convencional de histórias de amor.

Outro grande trunfo é o elenco, com grandes nomes como Diane Lane, Williem Dafoe em uma atuação perfeita e o eterno bobalhão-herói Rick Moranis e Bill Paxton fazendo o desajeitado Clyde; além das estrelas tem de se ressaltar as ótimas atuações de Michael Paré e de Amy Madigan, sem contar a bacana inclusão do grupo de soul music, The Sorels, que garante um dos momentos mais bacanas do filme.

Quanto a defeitos, pode até haver alguns, mas que deverão ser notados somente por aqueles que gostam de ver um filme só para achar erros e ficar fazendo lista em fóruns de discussão, ou por ser chato de natureza.

Ao assistir Ruas de Fogo, o espectador irá se deparar não só com um filme que é muito mais do que um grande brilho e fenômeno de uma década reverenciada, e sim, com uma das maiores obras de ação futurista da história da sétima arte.

FICHA TÉCNICA

Diretor: Walter Hill

Elenco: Michael Paré, Diane Lane, Rick Moranis, Amy Madigan, Willem Dafoe, Deborah Van Valkenburgh, Richard Lawson, Rick Rossovich, Bill Paxton, Lee Ving, Stoney Jackson, Grand L. Bush, Robert Townsend, Elizabeth Daily, Mykelti Williamson.

Produção: Lawrence Gordon, Joel Silver

Roteiro: Larry Gross, Walter Hill

Fotografia: Andrew Laszlo

Trilha Sonora: Ry Cooder

Duração: 93 min.

Ano: 1984

País: EUA

Gênero: Ação

Cor: Colorido

Distribuidora: Universal Pictures

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s