Motoqueiro Fantasma – Espírito de Vingança

Antes que eu seja apedrejada, criticada e massacrada [!], acho que é de extrema importância dizer que não sou uma leitora e/ou profunda conhecedora do personagem em questão, portanto, minha opinião a respeito do filme será baseada apenas no que assisti.

Como todos sabem – ou não – no primeiro filme Johnny Blaze (Nicolas Cage) fez um pacto com Mefisto para salvar seu pai e desde então transforma-se no Motoqueiro Fantasma todas as noites. Na tentativa de controlar essa maldição, Johnny atualmente está escondido na Europa, é então que Moreau (Idris Elba) toma conhecimento de sua existência e resolve procurá-lo com uma proposta: se Blaze ajudasse a resgatar o menino Danny (Fergus Riordan) e entregá-lo à igreja, seria libertado de sua maldição.

A importância que Danny tem para o enredo baseia-se no fato de que ele é o filho que Nadya (Violante Placido) teve graças a um pacto que fez com o Roarke (Ciarán Hinds), vulgo diabo, logo o menino é a peça mais valiosa para que este possa realizar um ritual para se tornar mais forte – isso porque Danny é mais poderoso do que o próprio pai.

O demônio Roarke e seu filho Danny.

Johnny Blaze resolve colaborar no resgate do menino e assim a ação entra em cena. Com direito a várias – e muito bacanas visualmente – sequências onde tudo aquilo em que o Motoqueiro Fantasma toca começa a pegar fogo, alguns combates com os capangas contratados por Moreau, que logo são fritos – literalmente – pelo Motoqueiro e umas e outras risadas ao longo do percurso.

Não soltarei spoilers, mas o desfecho do filme me agradou e, ainda que todos – ou quase – falem mal do filme, achei ele bem melhor que o primeiro (acho que seria impossível ser pior, né? Rsrs); claro que não é do tipo que te faz ficar super-híper-mega empolgado no cinema, mas…dá pra entreter.

P.S.: Com o segundo filme em cena a Panini lança no Brasil a edição “Motoqueiro Fantasma – A Estrada Para a Danação”, onde o caveira flamejante se vê obrigado a fazer um trato com um anjo no qual ele pode ficar livre de sua maldição. Mas existe lealdade entre o céu ou o inferno? Isso é o que vamos ver.

Fica também a dica do jogo para PS2 do Motoqueiro!

 

Ghost Rider: Spirit of Vengeance
EUA , 2012 – 95 minutos – Ação

Direção:
Mark Neveldine e Brian Taylor

Roteiro:
Scott M. Gimple, Seth Hoffman, David S. Goyer

Elenco:
Nicolas Cage, Idris Elba, Violante Placido, Ciarán Hinds, Johnny Whitworth, Fergus Riordan, Christopher Lambert

Post originalmente feito por mim no blog Comic City.

Anúncios

Um comentário em “Motoqueiro Fantasma – Espírito de Vingança

  1. Eu também nãp achei de todo ruim… parece que de todas as críticas que li (e 99% negativas), esta foi a única que realmente entendeu o enredo do filme. E naõ achei nada de errado com a caracterização do Johnny Blaze do Nicholas Cage, já teve muito piores nos quadrinhos.
    O filme não é o melhor do mundo, mas não é esse bicho de 7 cabeças que todos pintaram.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s