Aí vem o Chaves

“Chaves, Chaves, todos atentos olhando pra TV…”

Ontem a noite estava assistindo ao Programa do Ratinho ­– sim! – quando começaram a falar a respeito de um evento chamado “América celebra Chaves”, que englobou ações feitas como forma de homenagem a Roberto Bolaños e seus personagens em vários países, com participantes de todas as idades, que resultaram em um evento grandioso e cheio de emoção por parte de todos.

A relação de “Chespirito” com os brasileiros viria a começar quando o Sr. Sílvio Santos resolveu fechar contrato com uma emissora mexicana e comprar um “pacotão” de atrações a preço de banana. Entre elas estava Chaves, que precisamente começou a fazer parte da programação do SBT no ano de 1984. Estaria começando naquele instante uma das mais duradouras e bonitas histórias de “cumplicidade” entre público e atração da televisão brasileira.

Há aproximadamente 28 anos na programação do SBT, Chaves é uma das atrações mais bem faladas da emissora. Há boatos de que já tentaram comprar os episódios do seriado, mas Sílvio Santos não teria aceitado.

Com um humor inocente e fácil, Chaves consegue atingir e divertir um leque de pessoas tão amplo que não caberiam aqui tantas características diferentes. Sem apelar para banalidades ou boca sujices, através de seus mais diferentes personagens, Bolaños ensinou a várias gerações lições para se levar para a vida. Quem não se lembra dos ensinamentos do Seu Madruga (Ramón Valdés) de que “As pessoas boas devem amar seus inimigos”, ou ainda que “A vingança nunca é plena, mata a alma e a envenena” e para os mais viciados, assim como eu, “Posso não ter um centavo no bolso, mas tenho um sorriso no rosto e isso vale mais que todo dinheiro do mundo.” Putz! Taí uma aula mestra de valores humanos! Dá pra aprender sorrindo – diferente da programação que vemos hoje em dia em TV aberta, né?

Sou do tipo que assistia Chaves e Chapolin mais de uma vez por dia. Assisto até hoje e mesmo já tendo decorado muitos capítulos e falas, ainda me garante boas risadas.

O pobre menino Chaves, hoje é um senhor de 83 anos, pai e criador de muitos personagens que marcaram a infância de muitas, realmente muitas, crianças e tenho certeza ainda continuará marcando por um bom tempo.

Vejam abaixo este vídeo que passou ontem no Programa do Ratinho, onde os personagens interpretados por Bolaños fazem um agradecimento ao seu criador. Não só eles, mas outras milhares de pessoas também.

¡Roberto Bolaños, gracías por todas las veces que nos hizó sonreír! 

Um comentário em “Aí vem o Chaves

  1. chaves e chapolin realmente são fantásticos,um dos argumentos que eu tenho para defender isso é o baixo orçamento da produção destes dois seriados,muitas vezes se vê grandes produções que gastam milhões (mas são ridículas de se assistir),quem não tem dinheiro tem que se virar e isso muitas vezes nos garantem roteiros originais e muito interessantes,diferente de muito que se vê atualmente,uma grande estoria ,contada em todos seus detalhes e com muito carinho,é muito mais interessante de se ver.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s