Realidade Em Preto E Branco

Com seu estilo único, Sebastião Salgado consegue fazer importantes críticas sociais através de suas belas fotografias.

 Além do nome deste blog, devo também ao meu amigo e fotógrafo Francisco Jr (Chico) o fato de ter conhecido e descoberto, a grandiosa obra e a genialidade de um dos maiores fotógrafos do mundo, e que para nosso orgulho é brasileiro: Sebastião Salgado.  

Em março do ano passado eu e meus colegas de faculdade, a pedido de Chico, fomos incumbidos de analisar e apresentar vida e obra de grades nomes da fotografia mundial, e coube a mim e meu grupo falar deste grande artista.

Mineiro de Aimorés, nasceu em 8 de fevereiro de 1944, Salgado fazia faculdade de economia em 1973, quando ao viajar pela África levando uma câmera fotográfica emprestada de sua mulher, Lélia Wanick Salgado, resolveu mudar de área e carreira e passou a se dedicar completamente a ser um fotógrafo. Seu primeiro livro de fotografias veio 13 anos depois, em 1986, Outras Américas, sobre os pobres da América Latina, na seqüência veio Sahel: O Homem em Pânico, do mesmo ano.

"Mais do que nunca, sinto que a raça humana é somente uma. Há diferenças de cores, línguas, culturas e oportunidades, mas os sentimentos e reações das pessoas são semelhantes. Pessoas fogem das guerras para escapar da morte, migram para melhorar sua sorte, constroem novas vidas em terras estrangeiras, adaptam-se a situações extremas…" Introdução do livro Êxodos de 2000.

 Uma das principais dificuldades que tive em meu trabalho foi na parte que fiquei de falar que era nada menos do que explicar, o porquê sua obra era importante. Lembro que um dos termos que utilizei, foi o fato de Sebastião Salgado ser uma espécie de U2 da fotografia, pois suas fotos são mais do que um retrato da realidade, elas carregam uma mensagem e um alerta da pobreza, miséria, condições desumanas de trabalho, descaso do governo com os mais humildes, enfim seu trabalho é uma importante arma de críticas sociais contra os malefícios do mundo, e que devem ser ao menos amenizados através de atitudes, e Salgado faz muito bem sua parte para reverter esse quadro negativo com sua obra.

Ao longo dos anos ele vem contribuindo com trabalhos para a UNICEF. Em setembro de 2000 montou uma exposição no escritório das Nações Unidas em Nova York, com 90 retratos extraídos de seu livro Retratos de Crianças do Êxodo. E desde 94 possui sua própria agência de notícias, a “As Imagens da Amazônia” que representa seu trabalho.

Atualmente ele e sua mulher vivem em Paris, e seu mais recente trabalho foi África lançado em 2007.

Abaixo segue algumas de suas principais fotografias:

Serra Pelada sob a óptica de Sebastião Salgado.

Anúncios

3 comentários em “Realidade Em Preto E Branco

  1. Acho o trabalho de Sebastião Salgado muito expressivo e belo, adoro o PB e ele faz isso magistralmente. Ótima a comparação com U2, ele fez da imagem uma forma de informação, transformando o triste e expressivo na mais pura e sofrida arte. Ótimo post.

  2. Sou suspeito para falar desse post..
    Show de bola na escolha Lucas…
    Sebastião Salgado é além de tudo um cara de atitude, pois ele através da sua arte demonstra uma ação intelectual digna de uma mente evoluída quase nirvânica.

  3. É impressionante seu trabalho… ele consegue entrar nas entranhas das imagens…E surpreendente os detalhes e a sensibilidade em cada foto. Lugares extraordinários, cenários que retratam a beleza natural de cada realidade. Parabéns! Por tão belo e especial trabalho. Sua trajetória e algo divinal. Que seus dias sejam serenos e puros como tudo que retrata.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s