O Turista

Ontem, finalmente, fui assistir ao filme “O Turista” (mais ou menos um mês depois do seu lançamento ele chegou aqui na cidade). Durante o caminho para o cinema o JJúnior e eu estávamos conversando a respeito das expectativas do filme, ambos já tinham lido/ouvido vários comentários não muito bons sobre o mesmo. Desde: “O Johnny Depp foi ofuscado pela Angelina Jolie” a “esse filme tem a história muito ruim.” Com essa pré concepção do que nos aguardava, chegamos à conclusão de que: “esse seria um filme sem graça com a participação de grandes atores”.

O roteiro, realmente, não traz grandes novidades: Jolie é Elise, uma mulher misteriosa que faz todos os homens virarem o pescoço quando ela passa. Que recebe cartas secretas e é vigiada e seguida pela Interpol, por ter se envolvido com Alexander Pearce, que roubou milhões de um gângster e de quem estão atrás.

Johnny Depp é Frank Tupelo, um professor de matemática, aparentemente “bobão”, que faz uma viagem sozinho para Veneza. Mas isso é só até Elise aparecer: ela está em busca de uma vítima para aparecer ao seu lado como se fosse Alexander, que já havia gasto milhões em cirurgias plásticas (detalhe, feitas no Brasil) para mudar sua aparência.

Frank acaba percebendo logo que os dois estão sendo observados. E a partir daí começa a parte mais animadinha do filme: perseguições, prisões, tentativas de homicídio, fugas, máfias e outros elementos comuns nos filmes de ação. Até aí tudo normal, com direito ainda a pequenas doses de romance e comédia (que para muitos, mas muitos mesmo, expectadores devem ter passado em branco).

A GRANDE virada do filme acontece nos seus últimos 10 minutos. E é óbvio que não vou contar aqui, mas posso garantir que é totalmente inesperada (a não ser por alguns detalhes muito sutis deixados durante o enredo.) Acredito que muita gente vá me atirar pedras falando que foi forçado e que não tem nada a ver…mas, pra mim foi fantástico o desfecho do filme. Não achei que Depp teve seu brilho ofuscado pelo de Jolie, esse é o estilo do seu personagem (nada comparado, por exemplo a um “Don Juan de Marco” da vida). Com certeza não é o melhor filme que já fizeram, mas vale a pena SIM assistir. Surpreendeu minhas expectativa após tanto comentário ruim que eu tinha visto.

O Turista (The Tourist) – 103 min

EUA, França – 2010
Direção: Florian Henckel von Donnersmarck
Roteiro: Florian Henckel von Donnersmarck, Christopher McQuarrie, Julian Fellowes – Baseado no roteiro original de Jérôme Salle
Elenco: Angelina Jolie, Johnny Depp, Paul Bettany, Timothy Dalton, Steven Berkoff, Rufus Sewell

2 comentários em “O Turista

  1. Ótimo filme, gostei muito. Já entrei no cinema falando que iria ser o pior filme de Johnny Depp, mas o filme a cada minuto foi só me calando e no final eu gostei muito, pois previ ele antes! Ou seja adivinhei.

  2. Não é melhor filme já feito mas com certeza não é o pior. Pra um fã ‘incondicional’ do Depp como eu, acho que ele cumpriu seu papel e deu vida a mais um personagem, tanto na fala, como nas expressões. Um bom filme para um fim de domingo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s