Y o Último Homem

Volume 1 - EXTINÇÃO

Todo homem já pensou “e se eu fosse o último homem do planeta?”, imaginam que seria tudo uma maravilha, levariam uma vida de rei/deus…pena que eles estejam enganados: assim mostra a revista em quadrinhos da linha adulta chamada VERTIGO.

SÉRIE VENCEDORA DE TRÊS PRÊMIOS EISNER! (MELHOR SÉRIE REGULAR, MELHOR DESENHISTA E MELHOR ROTERISTA)

Em 2002, misteriosamente, todos com o cromossomo Y foram destruídos, vomitaram sangue e bateram as botas (até os Rolling Stones). Com exceção  de Yorick e Ampersand (seu macaco). Com o domínio das mulheres o mundo mudou um bocado: modelos siliconadas viraram cata lixo (corpos mortos de homem), viúvas querem a todo custo o lugar político de seus falecidos, muitas mulheres ao redor do mundo se alistando no exército.

Antes de perder a conexão, Yorick tinha acabado de pedir sua amada Beth (que estava na Austrália) em casamento. Aí começa o longo caminho deste sobrevivente querendo ir para o encontro de sua garota: perseguido por republicanas, cientistas, todos os outros países e o pior as amazonas (essas cortam um dos seios, assim como as verdadeiras amazonas) que são da turma que odeia os homens; elas acham que foi uma benção, um recado divino, eles desaparecerem e caçam/matam até mesmo as garotas travestis, com medo de elas serem homens.

Esta é apenas o volume 1, estou ansioso para o restante! É o tipo de história bem cabeça, engraçada e interessante, apesar de ter um contexto sangrento e triste. Até mesmo aquela pessoa que odeia quadrinhos iria se encantar com a trama. Recomendo e assino em baixo.

Não escorregue o dedo no gatilho.

Rezo para que ela NÃO vire filme, pois estou começando a achar que os quadrinhos viraram roteiros para diretores desmiolados, que não têm um pingo de inteligência e criatividade para criar porra nenhuma…e adaptações…sempre deixam a desejar!

FICHA TÉCNICA:

Nome original: The Last Man – Unmanned
Editora: Vertigo
Roteiro: Brian K. Vaughan
Arte: Pia Guerra
Arte-final: José Marzán Jr.
Cores: Pamela Rambo
Letras originais: Clem Robins
Capas: J.G. Jones

Tradução: Fábio Fernandes/FD
Letras: Daniel de Rosa
Edição: Fabiano Denardin / Bernardo Santana
Editora: Panini

4 comentários em “Y o Último Homem

  1. Putz!
    Muito foda o enredo dessa história!
    E voce escreveu muito bem,até quem não é muito chegado em hq´s fica no minimo curioso para conferir!
    Quanto a adaptação para filme,tenho uma discordância,pois se o filme cair nas mãos do diretor certo,pode virar uma grande obra!Sin City é um exemplo disso,alias,temos de falar dele num futuro post!

  2. ultimamente as hqs tão muito ruins, muito vai e vem, morre e ressuscita ea vertigo trouxe um fio de esperança pra quem já não aguentava mais as aventuras dos super-herois. Y é uma das séries que comprei e vou segui-la até o fim pois é muito boa mesmo, saiu da mesmice, outra boa é loveless-terra sem lei.

  3. Essa hq é muito boa, pena que o final ficou muito abaixo do esperado.
    Mas ainda assim, Brian K Vaughn é um dos melhores escritores de hqs da atualidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s